quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

4 dicas fazer a festinha dos pequenos sem confusões!

Pois é, mamãs... Parece que foi ontem que o meu piolho nasceu e o certo é que já vai fazer 4 aninhos! Como o tempo passa...





Este ano a cria já tem 'requisitos' e ideias sobre o que quer fazer :) :) O bolo ter de ser do Hulk :) Spoilers alert :) O pequeno e o pai são fãs de BD, portanto era de esperar qualquer pedido do género :)

Bem, mas por entre pesquisas pela net sobre dicas e ideias, acabei por encontrar algumas que me fizeram sentido. Decidi, por isso, partilhá-las convosco aqui no blog. Dá sempre jeito, não é, mamãs?

1. O drama de onde fazer a festa... Vai depender de quantas crianças estarão presentes e da idade, mas eu já fiz em casa só com a família (quando o piolho era mais pequeno, até aos 2). Aos 3 anos, experimentei fazer fora, num desses sítios que organizam tudo por nós, cheios de insufláveis e escorregas e correu super bem!! Este ano, ainda estou a pensar no caso :) Mas tendo em conta que são maiorzinhos já, e mais mexidos ainda, estou inclinada para a segunda opção novamente :)


2. Vantagens em fazer fora de casa. Imensas!! E não fica assim tão caro quanto se julga. O truque é procurar com antecedência (2 meses antes pelo menos) e ver vários sítios diferentes. Fazendo fora de casa, há sítios que tratam de tudo por nós, mamãs! É um descanso!! Escolhemos o tema, o desenho do bolo (Hulk, portanto) e não temos de decorar, nem planear mais nada, nem teremos de arrumar e limpar tudo no final. Para 10-12 crianças, por exemplo, há locais em que o preço anda nos 100€ com tudo incluído: bolo, comida, bebida, doces, animação, insufláveis, monitores, etc. Vale a pena pesquisar bem e pedir vários orçamentos, antes de tomarem a decisão, mamãs! Podem usar, por exemplo, este site aqui, e irão receber vários preços e opções para começarem as vossas buscas.

3. Festa em casa também não quer dizer que se tenha de ter muito trabalho.
 A dica é: não complicar! As crianças vão querer é brincar, e desde que haja coisas para petiscar, com balões coloridos e bonequinhos colados aqui e ali (que se podem bem imprimir em casa), eles vão adorar! Se estiver sol e bom tempo, a festinha pode ser num jardim ou parque, já tinham pensado nisso? Eu já fui a várias assim! As crianças correm, saltam e divertem-se à maneira antiga e aposto que à noite vão ferrar a dormir mal passe da hora de jantar :)

4. Há sempre a opção de contratar ajuda ou animação de profissionais. Dependendo to tipo de festinha que se queira fazer, e do orçamento disponível, as opções são muitas. Podemos optar por fazer a festa num espaço dedicado a festas infantis, como já disse acima. Podemos alugar uma sala apenas e prepararmos tudo como se fosse para fazer em casa (com a vantagem de que o espaço será maior do que a nossa sala, e a casinha não fica de pernas para o ar :) Podemos fazer em casa ou num jardim, e contratar alguém para entreter as crianças um hora ou duas com magia, pinturas faciais, karaoke ou até alugar um insuflável!

Qualquer que seja o tipo de festinha, garanto-vos que os pequenos se vão divertir imenso, porque para eles o mais importante mesmo é brincar com os amigos!

Não vale a pena stressar, nem complicar, mamãs :)

Sem comentários:

Publicar um comentário