sexta-feira, 3 de abril de 2015

Sono de mãe... | Ou a falta dele...


Sono de mãe
Fecho os olhos... respiro fundo...
Depressa me deixo levar e imagino que estamos numa praia, numa ilha deserta... À nossa frente está o mar, calmo e sereno de um azul fabuloso... Escuto o som das ondas a bater suavemente na areia... Sinto a água morna a tocar-me nos pés.
O sol começa a pôr-se.
O céu, que era de um azul puro, um azul claro e limpo, está agora laranja, avermelhado... o sol desaparece à nossa frente, desaparece atrás do mar... o mar fervilha, o sol esconde-se. A claridade e a suave brisa com cheiro a mar que nos envolvia vai desaparecendo.
Nascem as primeiras estrelas... o sol desapareceu e deu lugar à lua, uma lua linda, enorme, bem por cima de nós...
Deitamo-nos na areia. Nada mais se ouve além das ondas do mar... Dás-me a mão suavemente, aproximas-te mais de mim... ouço o teu respirar ainda misturado com o doce som do mar e das ondas a rolar na areia... sinto o calor da tua pele encostada à minha...
De repente, levo com o teu pézinho irrequieto na barriga, abro os olhos, olho para a mesa de cabeceira, são 3:45h da manhã, acendo a luz, olhas-me nos olhos e dizes: 'Mãe, quer leitinho'. E a nossa 'viagem às Maldivas' terminou em frente ao microondas, na cozinha, a 'fazer leitinho'...

Sem comentários:

Publicar um comentário