sexta-feira, 10 de abril de 2015

Largar as fraldas | Desfralde | Sistema de incentivo testado cá em casa

Desfralde por etapas do bebé
Ainda ontem os nossos pequenotes mal sabiam que estavam fora das barrigas das mamãs, e hoje 'com meio palmo' já arranjam desculpas para se esquivarem ao que não lhes interessa.
O piolho cá de casa entrou na 'fase das desculpites', verdadeiras pérolas criativas que, por vezes, transformam a minha tarefa de contrariar as ditas 'desculpites' num verdadeiro combate onde psicologia invertida vs inception degladiam a lógica ingénua de uma amostrinha de gente com mini neurónios borbulhantes. O desafio é mesmo dar-lhe a volta de forma a que ele ache que a ideia foi dele, porque, acreditem, há sempre uma razão altamente lógica que explica o porquê do pequenote não conseguir (entenda-se não querer) fazer as coisas ou fazê-las à maneira dele.
Mas...

... o que argumentar quando, no meio da milhenta tentativa para o piolho fazer o seu xixi no bacio, ele se levanta a gritar e a dizer que não se quer sentar mais porque tem um bicho lá dentro? Tramado, não é? Ao fim de 1 semana lá fez as pazes com o bacio e o bicho foi embora :)
... ou como explicar que o pai faz xixi de pé e ele faz sentado? Ah... pois, és pequenino e estás a aprender por isso é assim... e... a mamã também se senta...  Não foi suficiente para convencer a cria que, entretanto, aprendeu a despir-se sozinha... e há uns dias decidiu (em menos de 15 segundos) fugir do bacio, correr até à cozinha, subir para cima de um banquinho e fazer xixi em pé como o pai, só que para o meio do chão...
Antes do bacio, experimentámos colocar um redutor na sanita, todo catita com crocodilos e peixinhos, para cativar o piolho a fazer os xixis fora da fralda. Contudo, não tivemos sucesso. O pequeno entrava em crise existencial em menos de 2 segundos. As razões apontadas pela cria para não querer sentar-se no redutor eram:
1) o rabo ia cair para o buraco;
2) o buraco estava escuro;
3) a pilinha tinha medo.  (Não era ele, era a pilinha) :)
Depois de algumas leituras e pesquisas, decidimos implementar um novo sistema de incentivo aos xixis/cocós no bacio :)
Decidi imprimir uma tabelinha numa folha A4 magnética com uma foto do piolho sentado no bacio (para ele identificar a que se refere a tabelinha) e, à parte, imprimi também várias mãozinhas e carinhas do Mickey.
Espetei a tabelinha no frigorífico.
Expliquei que ele ganhava um 'fixe' do Mickey sempre que fizesse um xixi ou cocózinho no bacio e que podia colar na tabelinha para ter muuuuitos.
Ele percebeu a lógica da coisa logo no primeiro dia, embora tentasse subornar a mãe para ter mais 'fixes' para colar e brincar :) Mas a mãe não deu mais nenhum além dos correspondentes às idas com sucesso ao bacio.
Agora já há alturas em que é ele que pede para ir ao bacio e começa a tirar a roupa sozinho, porque quer um 'fixe' do Mickey. Mal acaba o xixi, nunca se esquece de pedir os bonequinhos :)
E já o apanhei a mostrar os 'fixes do Mickey' ao pai, e a dizer todo orgulhoso: 'é meu, pai. Só meu.'
Vamos ver como corre o sistema nos próximos tempos :)
Aprendendo a ser Mamã*

Sem comentários:

Publicar um comentário