quinta-feira, 4 de junho de 2015

A palavra nova...

fruit-creation_1-jpg
O pequeno está agora a passar por uma fase deliciosa. Cada dia, aprende a dizer uma palavra nova ou descobre como funciona ou onde está guardada (entenda-se, escondida) alguma coisa.
Eu fico bastante orgulhosa, claro. E muitas vezes espantada mesmo, com as coisas que ele percebe e com as formas que ele encontra para se fazer entender. Claro que muitas vezes, também, a comunicação não corre tão bem e eu não o entendo.
Ouvir: 'tarapa mapa ta pa mata co neno paca', ou coisa parecida, não é lá muito decifrável, pois não? Pois...

Mas a cria fica frustrada e enervada por não ser entendida e repete exactamente a mesma ladainha umas cinco vezes, na esperança que eu a perceba. Às vezes, ele lá muda um ou outro som, e eu percebo uma palavra. Depois, vou por tentativas, fazendo perguntas, à espera da reacção dele.
Nas vezes em que eu acerto, é mesmo giro de se ver o sorriso e expressão de alívio que ele faz. Deve pensar: 'Bolas... estava a ver que não era hoje.'
Contudo, a nova palavra que ele aprendeu hoje, além de me fazer rir, deixou-me preocupada.
Se ele resolver dizê-la no Colégio, não sei até que ponto vai ser percebida na acepção que ele lhe dá, ou se a Educadora vai antes achar que cá em casa alguém se descuidou e a criança aprendeu uma palavra feia ;)
Querem saber qual é a palavra nova? Fruta.
Embora a criaturinha tenha achado por bem simplificar, dizendo apenas: 'puta'.
Também já se depararam com simplificações destas? ;)

Sem comentários:

Publicar um comentário