terça-feira, 8 de setembro de 2015

Saber o que é realmente importante | Uma mamã feliz

Saborear cada momento da vida dos nossos bebés
Li, há alguns anos, pela primeira vez, o texto que hoje partilho convosco.
Na altura, lembro-me de pensar que, de forma simples e com poucas palavras, se chamava à atenção para a necessidade de não nos deixarmos levar pela correria do dia-a-dia e de sabermos gerir o nosso tempo em função do que é realmente necessário, importante, e do que nos traz verdadeiramente felicidade.
Hoje, sem estar à espera, deparei-me com esse texto outra vez.
Reli-o... e acho que, só agora, o percebo efectivamente...
Não que a minha interpretação, há uns anos, estivesse incorrecta (creio que captei a ideia geral da coisa :) ), mas sinto que, só hoje, só agora, que sou mãe, que tenho uma família, que tenho uma pessoa pequenina que amo mais do que tudo no mundo a precisar de mim, do meu amor, consigo definir e perceber o que é verdadeiramente importante para mim e o que me faz feliz.

É mesmo como dizem, depois de termos filhos as prioridades mudam, a vida muda, nós mudamos.
Eu, sinceramente, acho que tudo muda para melhor. Pelo menos, comigo foi assim.
Não que acordar às 3h da manhã com alguém a dizer que quer fazer um xixi seja o momento Holy Grail da maternidade (estamos na fase do desfralde por estes dias ;) ), mas ouvir o meu minorca a dizer 'Ai love iu' [I love you] com um sorriso orgulhoso de quem sabe que está a dizer que gosta muito da mamã (uma aprendizagem recente da cria e que deixa a mamã toda babada, claro ;) ), é a coisa mais fofa deste mundo e faz-me perceber que o importante é sentir-me assim: FELIZ.
Tudo o resto, resolve-se e tem solução. Pode demorar mais. Pode ser mais complicado. Mas tudo melhora, tudo passa.
Tudo o resto, não irá deixar memória, são coisas que passaram, que acontecem, mas não as coisas que ficam, as coisas que recordamos, as coisas de que iremos sentir saudades...
Por isso, a porção maior das minhas energias, do meu tempo, da minha vida, tem de ser canalizada para o que é mais importante para mim, para o que me faz feliz, o que me completa e que me faz ser eu: o meu monstrinho pequenino e o papá dele :)
Deixo-vos abaixo o texto. Espero que gostem e que vos faça pensar, também, no que vos faz felizes!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Numa aula de Filosofia, o Professor, sem dizer uma só palavra, pegou um frasco de vidro, grande e vazio, e começou a enchê-lo com bolas de golfe. Em seguida, perguntou aos seus alunos se o frasco estava cheio e, imediatamente, todos disseram que sim.
O Professor pegou então numa caixa cheia de berlindes e despejou-a dentro do frasco das bolas de golfe. Os berlindes encheram todos os espacinhos vazios entre as bolas de golfe. O Professor voltou a perguntar se o frasco estava cheio e, novamente, os alunos responderam que sim.
Em seguida, o Professor pegou uma caixa cheia de areia e despejou-a dentro do frasco onde já estavam as bolas de golfe e os berlindes. A areia preencheu os espaços vazios que ainda restavam. Perguntou novamente aos alunos se o frasco estava cheio e estes responderam que agora estava, definitivamente cheio.
O Professor pegou então numa chávena com café e derramou o café dentro do frasco, molhando a areia.
Os estudantes riam.
O Professor disse-lhes então: "Quero que entendam apenas o seguinte: o frasco representa nossas vidas. As bolas de golfe representam as coisas que são para vocês mais importantes, como a família, por exemplo. As coisas que vos trazem felicidade e alegria, e sem as quais não faria sentido viver. Os berlindes representam todas as outras coisas de que vocês gostam, que vos trazem algum conforto e satisfação, como o vosso trabalho, ter uma casa bonita, um carro novo etc... A areia representa todas as pequenas coisas, tudo o resto.
Se tivéssemos colocado no frasco em primeiro lugar a areia, não haveria espaço para as bolas de golfe, nem para os berlindes. Verdade? Pois. E o mesmo acontece com a nossa vida. Se gastamos todo nosso tempo e energia com as pequenas coisas, nunca teremos lugar para as coisas realmente importantes. Prestem atenção e percebam o que é realmente importante para a vossa felicidade.
Brinquem com seus filhos, saiam para se divertir com a família e com os amigos, dediquem um pouco de tempo a vocês mesmos, busquem a Deus e creiam nele, busquem o conhecimento, estudem, pratiquem seu esporte favorito.
Sempre haverá tempo para as outras coisas, mas ocupem-se das bolas de golfe em primeiro lugar. O resto é apenas areia".
Um aluno levantou-se e perguntou: "Então e o que representa o café, Professor?".
"Ainda bem que alguém reparou... o café serve apenas para demonstrar que não importa quão ocupada esteja nossa vida, sempre haverá lugar para tomar um café com um amigo".
Fonte: Texto adaptado a partir de http://www.menegatti.srv.br

Sem comentários:

Publicar um comentário