quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Série ENXOVAL DO BEBÉ | Parte 1 | Roupinhas

ENXOVAL DO BEBÉ, Roupas do bebé


Olá Mamãs!

Recebi, nas últimas semanas, vários emails com dúvidas de mamãs sobre o que comprar para o enxoval do bebé. Para tentar ajudar resolvi escrever a série ENXOVAL DO BEBÉ, e partilhar convosco algumas dicas e listas do que funcionou para mim e do que eu optei por comprar na altura em que estava a preparar o enxoval do meu pequeno.

É mesmo uma fase confusa... por um lado queremos comprar todas as coisinhas fofas que vemos nas lojas, mas, por outro, ficamos na dúvida se será mesmo necessário, se o bebé irá usar, se será útil para nós... Verdade?

Lembro-me tão bem de andar completamente à nora... e queria tudo :) Mas é mesmo preciso ter atenção para não comprarmos coisas desnecessárias... E eu cá acho que as mamãs de primeira viagem, como eu :) têm a tendência de se entusiasmar demais na altura das comprinhas, comprando mais do que o que seria realmente preciso...

Vale a pena dizer que cabe aos papás e mamãs decidir quais as coisas essenciais e de compra obrigatória e quais as dispensáveis. E há imensas coisas que se podem comprar em segunda mão, ou utilizar de amigos.

E não esquecer também que o que foi óptimo e funcionou super bem com a vizinha, pode não funcionar connosco. Por isso, aconselho a comprar as coisas que sabemos de antemão que irão ser essenciais, porque, tudo o resto, dá para ir vendo e comprando à medida que fizerem sentido para nós.

Para ajudar um bocadinho as mamãs mais à nora, deixo-vos algumas listagens e dicas de coisas que eu gostava de ter sabido há 2 anos atrás :)


ROUPINHAS

- 6-8 babygrows de algodão.
- 6-8 conjuntos interiores de algodão (camisola e calça).

Em relação a estes dois itens, aconselho a não comprar muitos em tamanhos muito pequeninhos antes do beber nascer. Mas depois de sabermos o tamanho do piolho, a dica que dou é ter uns 15 babygrows e umas 10 calcinhas de algodão (isto se não se quiser estar todos os dias a lavar a roupinha e pôr a secar...se for inverno então é um drama!! Passei por isso...). Há sempre um xixi ou um cocó que suja a roupinha TODA, VÁRIAS VEZES por dia :)
Outra dica: eu não gostei daquelas roupinhas (babygrows ou body) com os botões nas costas do bebé porque o pequeno ficava deitado em cima deles e não me pareceu nada bem. O estilo que gostei mais foi com botões entre as perninhas ou na zona do pescoço. 

- 2-3 casaquinhos.
- 6-8 pares de meias de algodão (e 2-3 de lã, de acordo com a estação do ano).
- 1 par de sapatinhos para sair (não é um item essencial ao início, é mais por acharmos giro. Desde que o pézinho esteja quentinho com meia ou botinha de lã, não precisa de sapatinho. O meu piolho calçou os primeiros sapatinhos por volta dos 4 meses porque já se punha em pé e achei que era boa ideia...).
- 1 chapéu ou 1 gorro para sair (de acordo com a estação do ano)
- 1 mantinha para sair (dá sempre jeito, porque há dias mais frescos ou com vento, e assim o piolho vai agasalhado).
- 6-8 babetes (dão imenso jeito, de preferência impermeáveis, na altura dos dentinhos a romper, porque eles começam a babar-se imenso!)
- 12 fraldas de pano (eu cheguei a ter umas 20 fraldas de pano, dão imenso jeito a amamentar, quando o bebé bolsa. E há bebés que gostam de adormecer com uma fralda, porque "cheira à mamã".)
- 2 ninhos (aconselho, principalmente se o bebé nascer em tempo mais frio porque, a partir de certa altura começam a mexer bastante e destapam-se. Com o ninho isso já não acontece e ficam sempre quentinho debaixo das mantinhas).


Listei o essencial para o dia-a-dia do bebé. Obviamente, podem comprar-se milhentas outras roupinhas, sapatinhos e acessórios giros para sair e passear com o bebé...


ALGUMAS DICAS...

1) Não vale a pena ter muitas roupinhas em tamanho recém-nascido e 1-3 meses. Primeiro porque se o bebé for grande, as de recém-nascido não vai chegar a vestir. E eles crescem mesmo MUITO depressa! Depois do pequenote nascer, já vai dar para perceber melhor em que tamanhos devemos investir e aí sim, comprar mais roupinhas.
2) Não vale a pena criar um enxoval com roupinhas além dos 6 meses. É melhor ir vendo, depois do bebé nascer, o ritmo de crescimento dele e quais as peças que usa mais, e aí sim, fazer uma compra mais adequada ao seu estilo e gosto.
3) Comprar as roupinhas depois de saber se é menino ou menino ajuda bastante na escolha e facilita quando quisermos criar conjuntinhos para o enxoval.
4) As roupinhas interiores devem ser todas de algodão (a pele do bebé é muito sensível mesmo...)
5) As roupas do bebé devem lavar-se separadamente (à mão ou na máquina, eu sempre lavei na máquina) com detergente especial para bebés (eu usei o Skip Baby até aos 12 meses). Se se quiser usar amaciador (há quem prefira não usar), convém optar por um adequado a bebés e peles sensíveis, eu usei o Confort Pure, que é hipoalergénico, e desde o nascimento do Henrique continuei a usar o mesmo porque adoro o cheirinho.


Fonte da imagem: www.bebeatual.com

Sem comentários:

Publicar um comentário